Menu

Daytripper – A Vida e Morte de Brás de Oliveira Domingos

DAYTRIPPER (Fábio Moon e Gabriel Bá)

 

daytripper_destaque

 

             Inaugurando a área do site sobre quadrinhos (serão pequenas críticas, não pretendo resenhas gigantes), a parte mais difícil foi escolher sobre o que falar.   A ideia inicial  seria Preacher (que o seriado estreou na AMC em Maio deste ano) mas essa vai ficar pra depois, pois Daytripper merece todo o destaque.

             A tempos escuto sobre essa HQ, quem já havia lido não economizavam nos elogios e cada vez ficava mais curioso.   Já leio quadrinhos a um bom tempo já lendo diversos lixos intermináveis (massa véio extreme – Marvel VS DC, saga do clone, a queda do Morcego… anos 90 né?) a obras cultuadas como Watchmen, Cavaleiro das Trevas e Reino do Amanhã, mas nem fazia ideia do que tratava Daytripper, apenas que era a “HQ DA MINHA VIDA” diziam os amigos.

                Com as credencias da CCXP 2015 em mãos, acabei comprando a edição encadernada de capa dura da Panini e resolvi levar para autografar com os irmãos gêmeos autores da obra, sendo que fui ler apenas na véspera do evento… Acho que a insônia nunca foi tão bem vinda.

06_07_2016_19_04_55

autografo

 

             Daytripper foi publicada originalmente como uma mini-série pela Vertigo, selo adulto da DC Comics. Em 2011 ganhou vários prêmios (Eisner  Awards – o “Oscar” dos quadrinhos, Harvey Awards, Eagle Awards, Publishers Weekly, Best Book of 2011 Amazon, HQMix ) de Melhor Mini Série, além de ter ficado por quatro semanas como o álbum mais vendido na lista do New York Times.

             Esta Graphic Novel (da dupla Gabriel Bá e Fábio Moon) tem como seu cerne, a vida e morte de Brás de Oliveira Domingos (ou se preferir, Chico Buarque… sério… é muito parecido) , ou melhor, vida e mortes.

               Somos apresentados logo de cara a um homem de meia idade, vivendo à sombra do pai e em um trabalho que não lhe agrada em nada, sonhando em ser escritor, escrever sobre a vida, mas é responsável pela coluna de obituários de um jornal da cidade de São Paulo.

 

“EU QUERIA ESCREVER SOBRE A VIDA E OLHA PRÁ MIM AGORA…

EU SÓ ESCREVO SOBRE MORTE”

daytripper_pag1

 

             Ao decorrer das 260 páginas, somos trazidos a vida e morte de Brás, morte aos 11 anos ainda como criança pouco depois do primeiro beijo, morte aos 21 anos em um encontro com Iemanjá no fundo do mar, aos 32 anos ao estar tomando uma cerveja no bar errado entre outros.   A morte sempre vem, essa certeza todos temos, mas como foi nossa vida até o ponto final?

 

“ESTOU EVITANDO. OU NÃO TENHO TEMPO, OU NÃO TENHO O SENTIMENTO. A VIDA ANDA MUITO COMPLICADA. EU NÃO CONSIGO ME DESLIGAR, SABE? É MUITO BARULHO. MUITO ADULTO. ”

 

Daytripper2

 

             Daytripper nos faz pensar nas pequenas coisas da vida, sobre o que realizamos nesta, o que deixamos para trás. É algo simplesmente genial, você não consegue parar de ler até a última página.   Não é exagero!

           Essa espetacular graphic novel de Gabriel Bá e Fábio Moon é algo único e merece destaque em qualquer coleção, sendo uma pena a dupla não ter maior reconhecimento devido, pois merecem e MUITO!

              Como diz na própria obra (100% nacional), a vida é como um livro, não importa o quanto você goste, uma hora você chega na página final.     Só quando você aceita que um dia vai morrer, é que você se liberta e assim aproveita a vida ao máximo.

 

2 comments

  1. Delson disse:

    Rapaz… só de ler este seu post, já estou tentado a ler, está registrado em minha lista de desejos para futura aquisição!

  2. Bruno disse:

    Senti a mesma coisa que vc Delson, me interessou.

Deixe uma resposta

Escute nosso Podcast:

Rokcast #14: Old Man Logan a HQ.

 
   
 
 
00:00 /
1x

Receba novos episódios:

rss feed rokcast
feed, rss, android

Curta nossa página no Facebook